Jackson Santana retrata personalidades nordestinas em mostra

De traços firmes e com um amor intenso pela cultura nordestina, o artista plástico Jackson Santana homenageia 16 personalidades culturais na exposição Retratos. Ariano Suassuna, Chico Science e Luiz Gonzaga são alguns dos nomes que, junto a um auto-retrato e uma representação do seu pai, Seu Zezito, fazem parte da mostra. A curadoria fica à cargo da arte educadora Camila Sobreira, que acompanha o artista, que é portador de autismo, há quatro anos.

 

Ela explica que durante esse tempo com Jackson Santana, estabeleceu um diálogo e, junto a família, conseguiu analisar os gostos dele e, a partir daí, partiu para a criação da poética. “Ele ama desenhar pessoas, adora todo tipo de festividade cultural e, sempre que pergunto quais  músicas ele quer ouvir, escolhe os cantores. Fui capturando essas informações e entendendo o universo dele. Há um ano estamos desenvolvendo a criação da série. A primeira foi sobre o Carnaval de Olinda e agora com retratos de pessoas que ele gosta e que tem alguma referência”, explica. “A exposição é só a ponta do iceberg, pois ela significa mais: é a autonomia que ele conquistou e a identidade que ele construiu”, pontua.

O artista delineia seus traços através do desenho de observação e aposta na aquarela como técnica de pintura. Os seus primeiros desenhos mostravam uma grande memória visual, onde ele reproduzia pessoas e cenas vivenciadas no seu cotidiano, com traçado muito fortes, circulares e sem muita preocupação com a proporção no papel. “Ele usa as artes visuais como linguagem, como uma ponte, e isso é muito importante para a inserção dele na sociedade e para mostrar que é possível se comunicar além da escrita e da fala” , destaca Camila. Outras séries de Jackson Santana estão previstas para acontecer, sempre dentro do contexto de inspiração no Nordeste.

Exposição Retratos
A abertura acontece no sábado (07), a partir das 17h
No Espaço Cultura Nordestina
Segue até dia 10 de novembro
Entrada gratuita