Grafite dá o tom do carnaval do Recife

“além de mostrar o trabalho desses artistas, também possibilitará um presente permanente para a cidade, com os painéis que ficarão em definitivo nos locais onde estão sendo montados

Grafite_KarinaAgra_23012017_©FredJordao_0006
Em um ano que começou com a ação no mínimo inesperada da prefeitura de São Paulo ao apagar várias obras de grafite espalhadas pela cidade, Recife inovou ao dar publicidade à arte de rua e trazer o grafite como elemento base para a decoração do carnaval de 2017. Sob a coordenação da produtora Nuvem, os artistas Karina Agra, Coletivo Vacilante, Bozó Bacamarte, Jota ZerOff, Galo de Souza e Manoel Quitério executaram painéis nos seguintes locais: Compaz Cordeiro, Terminal do Porto do Recife, Gerência de Atenção à Saúde – ao lado da PCR e na Escola de Frevo Maestro Fernando Borges, na Encruzilhada. Além disso, o Galo Gigante, alegoria do bloco Galo Da Madrugada, também foi grafitado pelo jornalista e artista Flávio Barra.

Grafittes de JotaZerof. Foto: ©FredJordao

Segundo o arquiteto Carlos Augusto Lira, responsável pelo projeto de decoração do carnaval do Recife: “todas as imagens criadas pelos grafiteiros serão fotografadas e, em seguida, levadas para o computador. A partir da digitalização desse material, vamos montar o projeto cenográfico.” Já Diego Rocha, presidente da Fundação de Cultura da Cidade do Recife, ressalta que “além de mostrar o trabalho desses artistas, também possibilitará um presente permanente para a cidade, com os painéis que ficarão em definitivo nos locais onde estão sendo montados”.