Nova loja da Boleria das Maria

Quando o assunto é lembranças da infância, uma grande parcela das pessoas apontam que as melhores recordações estão ligadas ao aconchego e aquele cheirinho característico da casa dos avós. Foi para dar vida a essa memória quase que sensorial, que a Boleria das Marias projetou junto ao escritório We Arquitetos a nova unidade da marca.

Numa casa de 240m² localizada no bairro das Graças, Zona Norte do Recife, serão distribuídos salas de estar e jantar com boiseries (técnica francesa em revestimento de parede) com o intuito de oferecer um ambiente mais reservado aos clientes. O primeiro acomoda cerca de 10 pessoas, enquanto que o segundo recebe oito.

O projeto dispõe ainda de um terraço com cadeiras de ferro e revestimento em azulejo. Dois novos espaços compostos de um salão de chá, onde serão colocados poltronas revestidas com tecido bordado dando um ar romântico e adamascado ao ambiente serão distribuídas em três mesas de chá, além de um cantinho externo com balanços em madeira para as crianças também são previstos para o local. “O salão comum acolhe mais ou menos 16 clientes”, pontua a arquiteta Isis Almeida, que está no comando das obras. Como a nova unidade será o ponto de produção das duas lojas, o projeto abraça também uma cozinha de 120m².

De acordo com Isis, a ideia é que as pessoas entrem na loja e se sintam em casa. “Quem for a nova unidade vai sentir esse clima de ‘casa da vó’ já da calçada. A Boleria das Marias já tinha esse conceito atrelado a marca, mas na primeira loja, que fica em uma galeria no bairro de Setúbal, não era possível ser tão fiel a proposta”, explica. “Neste projeto, apostamos em tons que caminho entre o rosa, azul, amarelo e um turquesa esverdeado, além de tecidos listrados, em xadrez e bordados que estarão no estofados. O mobiliário foi feito em marcenaria, alguns deles têm um estilo vintage e foram assinados por mim”, completa Isis.

Com obras iniciadas em setembro, a arquiteta pontua que a unidade abre as portas ainda em 2016. “Estamos em processo de pintura, uma das últimas etapas da obra. O próximo passo é organizar os mobiliários”, garante.