Recife conhecerá o Plano de Cerdà

Arquitetos e urbanistas do Recife devem ficar atentos a inauguração da exposição “Cerdà e a Barcelona do Futuro – Realidade versus Projeto”, no Museu da Cidade do Recife. A mostra que inicia no dia cinco de novembro, às 19h, trará a obra do Plano de Extensão e Reforma da Cidade de Barcelona, de 1859, assinada pelo engenheiro catalão Ildefons Cerdà.

No abre da expô haverá uma discussão sobre a cidade e o território metropolitano, com a participação do curador internacional e arquiteto espanhol, Miguel Corominas. A realização do evento se deu por iniciativa do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR), da Prefeitura da Cidade do Recife (PCR) e conta com a proposição do Centro Josué de Castro.

Com curadoria local da conselheira do CAU/PE Amélia Reynaldo, a mostra terá 80 painéis, vídeos, livros, peças e fotos inerentes ao Plano. A montagem original foi feita em 2009 para marcar o Ano de Cerdà em Barcelona. A versão recifense será compactada e os visitantes poderão adquirir souvenires como camisas, folders, cartazes e botons que terão venda revertida para o museu.

O PLANO – Barcelona é referência urbanística entre as cidades europeias. Expandido para além dos muros medievais, o projeto introduz o conceito da quadra como unidade primária da urbanização. Essa proposta é marco em todos os estudos de urbanismo e de urbanizações.

O URBANISTA – Ildefons Cerdà i Sunyer inicia sua formação em arquitetura, matemática, náutica e desenho em Barcelona . E em Madri ingressa na Escola de Engenheiros de Caminhos, onde se gradua em 1841. Participa na elaboração de diversas infraestruturas e projetos de rodovias, obras de saneamento e de comunicação, além de ter a oportunidade de conhecer perfeitamente o território da cidade de Barcelona.

Exposição “Cerdà e a Barcelona do Futuro – Realidade versus Projeto”
De 05 de novembro a 04 de janeiro. De de terça a sexta-feira, das 09h às 17h
Museu da Cidade do Recife, Forte das Cinco Pontas, Bairro de São José