Acidum Grupo colore o Zen Piedade

Com projeto de arquitetura assinado por Juliano Dubeux, o restaurante Zen apostou no trabalho artístico como diferencial. A casa, que inaugura nesta quinta (24), às 20h, traz três ambientes que receberam intervenção do Acidum Grupo, que é um coletivo de artistas de Fortaleza, no Ceará. Influências da arte visual oriental, de mangás e da cultura pop marcaram o processo de criação de Robezio Marqs e Tereza Dequinta, que resultou em paredes pintadas com diversas técnicas, passando por stencil e spray, por exemplo.


“Quando fomos convidados para fazer esse trabalho, mostramos um pouco da nossa trajetória e do nosso portfólio e eles gostaram do que a gente faz”, conta Robézio. Ele explica que por ser tratar de um restaurante de comida japonesa não houve uma explosão de cores como em outros trabalhos. “Buscamos um repertório de referências que a gente já tinha do universo oriental, da cor da gravura e de estampas, mas usando tons mais pasteis”, complementa.

Segundo Tereza, nesse trabalho não houve uma separação entre eles na hora de desenhar. “Sempre tem interferência e é bem misturado. Um vai escolhendo a cor do stencil e o outro vai dizendo se gostou ou não e vai mudando”, explica. De acordo com Robezio, seu traço traz uma linha mais orgânica que se complementa com a geometria de Tereza. Eles destacam, principalmente, a essência experimentalista desde o uso das técnicas a elementos mais particulares como texturas, volumes, sombras e cores.

Acidum Grupo – Criado por Robézio Marqs, o grupo é um coletivo que agita a cena de arte urbana de Fortaleza/CE desde 2006. Com formações diferentes desde o surgimento, atualmente, os artistas Tereza Dequinta, Henrique Viudez (a.k.a Canhoto) e Leandro Alves compõem o Acidum junto com o fundador. O trabalho deles é marcado pela experimentação de materiais e, principalmente, de linguagens variadas.