Roberto Lúcio em nova fase

O artista Roberto Lúcio se lança em novo processo criativo que vai desaguar em na exposição “Totem e Cetim”. A mostra, que tem início na quarta (13), acontece durante todo o mês de junho, no Santander Cultural, e conta com curadoria do carioca Marcelo Campos. O artista traz seis pinturas, três painéis fotográficos, cinco objetos de madeira e uma montagem, onde imerge sobre um processo urbano com o universo dos cartazes de rua e no imaginário brincante da madeira e do cetim, com as peças em madeira.


Nesta exposição, o que se percebe é um Roberto Lúcio colorido, que brinca com formas, texturas e desenhos bastante peculiares à estética urbana dos lambe-lambes. De acordo com o artista, “esses cartazes são uma coisa impressionante”, pois representam uma dinâmica muito efêmera e “transitória”. “Você passa à noite e passa pela manhã e já não está mais lá”, exemplifica. Além de estar atento a essas questões, Roberto também faz alusão as memórias afetivas através da madeira e do cetim.

Em linhas gerais, pode-se dizer que esta mostra é uma síntese do trabalho deste artista contemporâneo, em essência. Uma vez que dialoga com as obras de exposições anteriores, onde Roberto Lúcio imergiu sobre os tapumes urbanos. É nítida a sua ligação com o sentimento da urbanidade, que desvenda problemáticas sociais, ao mesmo instante que apresenta uma plasticidade estética.

Exposição “Totem e Cetim”
De 13 a 30 de junho
Santander Cultural
Av. Rio Branco, 23, Bairro do Recife, Recife/PE