Usos do espelho

image006
foto: divulgação

O espelho é, em muitos casos, um elemento coringa na ambientação. Quando bem localizado, é capaz de ampliar, trazer sofisticação, dar brilho e leveza ao espaço como um todo. O ideal é colocá-los nas áreas de circulação, revestindo paredes, em frontões nas bancadas, embutidos na marcenaria, nas portas de armários de dormitórios e até no mobiliário em si.

“Quando utilizados como revestimento de parede nas laterais, é possível aumentar os espaços por meio da reflexão da imagem e da luz ambiente tornando-o mais claro e com a sensação de amplitude. Estes espelhos podem ser colocados na vertical ou horizontal desde que estejam em um ângulo reto de 90º graus com o piso. Para diminuir o ambiente é só reduzir esta angulação para menos 90º graus”, explica a arquiteta Pricilla de Barros.

Mesmo com tantos benefícios, é preciso ter cautela para que as pessoas não percam referência de onde estão realmente as paredes e os objetos. Mas ainda na lista de vantagens, ele pode ser combinado com qualquer cor, tecido, móvel ou material. “Desde que inserido e adequado à decoração proposta, não há muitas restrições para usar essas peças”, completa a arquiteta Daniella Barros.

Daniella e Pricilla de Barros Arquitetura
Fone: (11) 2503-3770 / 2503-3773
www.dpbarrosarquitetos.com.br